papa-terra

uma parceria tecnológica

Papa Terra

O conhecimento tecnológico da Chevron tem ajudado no desenvolvimento do campo Papa-Terra, um projeto de óleo pesado em águas profundas descoberto em 2003 e localizado na bacia de Campos, nordeste do estado do Rio de Janeiro, com uma lâmina d'água de aproximadamente 1.189 metros (3.900 pés).

A Chevron detém 37,5% de participação no projeto Papa-Terra. Operado pela Petrobras, o campo inclui uma embarcação flutuante de produção, armazenamento e transferência (FPSO), além de uma plataforma de pernas atirantadas (TLWP).

Papa Terra

A plataforma de pernas atirantadas (TLWP) é a primeira do tipo a ser adotada no Brasil.

capacidade de produção diária

 

140,000

barris de líquidos

 

35 milhões

pés cúbicos de gás natural

A decisão de adicionar uma TLWP em Papa-Terra foi tomada devido à existência de um óleo muito viscoso e à baixa temperatura registrada nos reservatórios. Essa tecnologia ajuda na instalação e manutenção das bombas elétricas submersas de alta potência, que são necessárias para produzir e manter o óleo na temperatura desejada.

A produção a partir da FPSO começou em novembro de 2013. Em 2014, a TLWP foi instalada e a produção começou em março de 2015. A tecnologia de injeção de água também é aplicada em Papa-Terra para ajudar na produção de petróleo bruto.

 

O escopo restante do plano de desenvolvimento está sendo avaliado e as operações de perfuração foram retomadas no final de 2017.